Divulgação científica para o OAMa é todo trabalho e atividades que realizamos com o objetivo de aproximar sociedade e ciência.

No dia-a-dia buscamos fazer divulgação científica através de postagens informativas no nosso instagram e facebook. No contato para além do mundo tela, procuramos participar do máximo de eventos e atividades com espaço para comunicação com a sociedade. Um exemplo de evento que fazemos questão de estar presente é o Avistar, onde observadores e amantes da natureza se reunem para trocar histórias, imagens e informações entre sí e com pesquisadores também. Participamos das edições de 2018 e 2019.

Participamos também de aulas, rodas de conversas e atividades onde somos convidados. Se você têm o interesse de convidar o OAMa para fazer atividades de comunicação sobre aves, ciência e conservação ambiental, começa uma conversa com a gente por aqui. Nossa agenda está sempre bem apertada, mas é que nem coração de mãe; a gente sempre faz o máximo pra agregar mais um.

Nosso carro chefe na divulgação científica é o desenvolvimento de um “currículo interativo” para falar de ciência com a sociedade de uma forma prática e usando as aves como ferramenta de comunicação. O currículo é um roteiro de assuntos e perguntas para serem trabalhados com visitantes em uma estação de anilhamento de aves em um dia de campo, enquanto a atividade de pesquisa e monitoramento está acontecendo no local. Este projeto tem como objetivo maior abrir as portas do processo científico e convidar a sociedade à conhecer como e por que fazemos ciência no Observatório de Aves da Mantiqueira.

Como parte do currículo elaboramos um livrinho sobre o estudo das aves para distribuição gratuita e painéis de exposição com atividades.

Capa do livrinho sobre o estudo da aves, material elaborado dentro do projeto de currículo interativo. Arte de Renata Miwa.

O projeto currículo interativo é fruto da parceria do OAMa com a Silo – Arte e Latitude Rural, organização sem fins lucratívos que tem base na Serrinha do Alambari e a missão de promover cultura, tecnologia e expressão artística na zona rural do Rio de Janeiro. Esse projeto é viabilizado com apoio do Instituto Serrapilheira, uma instituição privada sem fins lucratívos para o fomento da pesquisa e divulgação científica no Brasil.